segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Das Coisas Simples Da Vida


(by Cinthya)

Não adianta tentarem provar o contrário, para mim, as coisas que mais trazem felicidade são aquelas mais simples. São aquelas aparentemente pequenas, que passam quase desapercebidas aos olhos de quem não sabe viver. Aqueles gestos pequenos, mas de uma sinceridade sem tamanho. Isso pra mim é felicidade, a real, a autêntica.

Então era prévia do aniversário do Tatau da Banda Ara Ketu e nós, como fãs que somos, decidimos fazer uma surpresa para ele. Eles tocariam na cidade dois dias antes do aniversário. Compramos um bolo, e organizamos uma “mini festa surpresa” para ele. Com a ajuda importantíssima da produção da banda, nós esperamos na rua do Hotel.  Cinco adultos e uma criança dentro do carro. E muitos, muitos balões que enchemos ali mesmo. Então eramos, nós seis, o bolo, as lembrancinhas, as balas, os balões e todo o calor de Petrolina. A gente ria tanto porque em determinado momento alguém disse: “Vamos parar de encher balão porque daqui a pouco a gente vai precisar escolher quem fica dentro do carro... Nós ou os balões!”.

De repente a banda chega e saem do carro-sauna aquelas pessoas loucas com um monte de balão (estourando) e rindo muito. O Tatau olhou e imaginou tudo, menos que fosse pra ele. Então ficou surpreso, sem jeito e feliz. Subimos para o restaurante do Hotel e lá cantamos os parabéns, com toda a banda reunida. Com direito a chapeuzinho e tudo mais.

De presente o Tatau ganhou futebol de botão, peão, gude, soldadinho de plástico. Ele amou. Começou a falar da infância, que foi campeão de botão, que era muito divertido. E foi muito bom ver a euforia com que ele abria a embalagem, como se de alguma forma aquele presente tão simples fosse uma ponte entre o homem famoso e o menino pobre de outrora. Ele emocionou-se. Foi nítido e prazeroso ver isso.

Ele também recebeu um escapulário como desejo nosso de proteção para ele. E ele o pôs na mesma hora. E foi com ele para o show. E agradeceu em público pela surpresa que fizemos, que ele ficou mesmo muito feliz pelo carinho, pela sinceridade e pela festa. É, nós o surpreendemos, da forma mais positiva. Da forma mais simples.

Tatau não tem tudo o que quer porque, segundo ele, ninguém tem. Mas ver a felicidade dele ao receber coisas tão simples, ver a expressão dele ao relembrar a infância e os joguetes de guri foi muito bom. Nos deu uma sensação de provar aquilo que sempre pregamos, de ver acontecer aquilo que sempre defendemos. A felicidade existe e ela vem em pedaços. Aproveite. Curta. Faça a sua parte.

Ontem foi um dia especial nas nossas vidas. Conseguimos fazer alguém feliz e essa era a única intensão. E não precisamos de nada além da sinceridade e da simplicidade. É isso que vale. É isso que levamos.

Felicidades, Tatau! 

2 comentários:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi flor!!!

Que legal!!!

Tenho a certeza que ele amou toda a surpresa, o carinho e os presentes. Realmente, a simplicidade faz bem!

Beijos!!!!

Olha, tem sorteio no blog! Participa !

Beijos

Selma

Debby disse...

Oi Meninassss

Eu já estou participando Selminha sumidinhaaa

Cy concordamos não é? Também acredito que as melhores e mais felizes coisas da vida estão no simples da vida.
Bjs as duas

Debby :)