terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Péssimas Escolhas

Quem nunca ouviu a famosa frase: "Xiii ela tem um dedinho podre pra escolher  homens"

Pois é, foi isso que aconteceu com Ana Angélica nossa personagem de hoje.

Numa reunião de amigos para a celebração do aniversário de um dos presentes, Ana Angélica encontrou com Marcos um jovem rapaz que reúne todas as qualidades que uma mãe gostaria de ver em um moço para fazer sua filha feliz. Acontece que coração é terra que ninguém manda (como dizemos aqui no nordeste) e Ana Angélica nunca deu trela para as investidas discretas de Marcos, mesmo tendo consciência de todas as suas qualidades e sabendo do amor que ele nutria por ela.
Ana Angélica, moça bonita, menina descolada conheceu Paulo e algo nele chamou sua atenção, e depois de ouvir várias vezes das amigas as frases que lhe soavam como mau agouro, frases do tipo: "Você vai ficar pra titia" "Deus castiga, tantos rapazes bons já passaram por sua vida e você só dispensando" e blá blá blá... De tanto ouvir isso ela resolveu começar um namoro e escolheu Paulo para isso, como a velha frase "quem escolhe demais acaba escolhendo errado" não falha nunca, Ana Angélica, com o passar do tempo, descobriu que Paulo foi uma péssima escolha, além de um namorado chato, inconstante e bipolar, viu um homem acomodado, sem perspectiva e sem sonhos. Ela percebeu que daquele relacionamento não ía muito longe, mas, quis assim mesmo tentar ver se dava certo, ou melhor, fazer com que desse certo (mulher tem sempre a mania de achar que consegue salvar o que não tem salvação), e seu esforço foi em vão, claro. Como miséria pouca é bobagem, a cereja do bolo foi a traição de Paulo que Ana descobriu antes de pôr um ponto final naquele circo.
Ali, naquele dia conversando com Marcos ele se deu conta de como tinha escolhido mal. Por que Paulo e não Marcos? Certamente porque era assim que tinha que ser.
As escolhas que eventualmente fazemos nos colocam a pensar. O bom é que de tudo isso ficam as experiências adquiridas. E na cabeça de Ana a certeza: Ela tem o dedo podre.

Ps. Os nome são fictícios para manter em sigilo a verdadeira identidade dos personagens da história.

Verônica.

6 comentários:

O Divã Dellas disse...

É Vevel...
Esotu eu diante de uma escolha difícil também... E por já ter errado tanto, decidi dar mais tempo para mim mesma... Analisar mais...
O Agir Por Impulso ou Pura Emoção não me trouxe o companheiro desejado.
Algumas (muitas) vezes a gente tá enxergando a verdade, mas insiste em pintar o outro com a as nossas cores... Resultado? Quebramos a cara!
Nossa mente é um labirinto sem fim... Por que querer o desafio em vez da certeza? Na pergunta já dei a resposta. O desafio é mais atraente...
Com Marcos, era certo.
Com Paulo, puro desafio!
Acho que é por aí....
Beijos!
Cinthya

aliny disse...

Há quase 7 anos atras( ou mais um pouquinho), passei por isso.

Eram tres rapazes afim de namorar comigo, nunca tinha ficado com ambos, mas não sei o que esse "loucos" achavam de querer namorar.

Bem, passou um tempo, aproximadamente 1 ano e escolhi um.

Passou o tempo e durou quase seis anos . . .

Vivi com ele momentos felizes, mas não os momentos que sempre sonhei em ter.

Mas também digo que vivi grandes noites em claro, e só afirmo uma coisa, agradeço por essas noites. Por conta delas e o sofrimento a mesma tras, aprendi a valorizar o meu lado sentimental, adquirir experiencia, agora sei viver. Hoje me sinto outra mulher,não fragil, mas, muito mais forte.

Jamais vou achar que foi tempo perdido, jamais. Foi uma historia de alegrias, mas porém tambem banhada com tristezas.

Enfim, nãovou dizer que ele foi a minha escolha errada, mas sim, não foi a pessoa certa.


Boas escolhas, a todos!


PS: E se vc acha que fez a escolha errada, não se sinta presa aos planos, a ponte construída. Viva o que vai te fazer bem, o que vai te fazer realmente feliz. Dê um ponto final sem medo da solidão, como diz em uma das cronicas de Arnaldo Jabour "Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?"

Esse pequeno trecho já resume tudo e ponto final.

Beijos, Vel!!

Verônica disse...

O engraçado é que a maioria das pessoas que eu conheço tem o dedinho podre pra escolher homem. Nunca vi uma coisa dessas. A começar por mim, pode ter 10 rapazes 9 deles são legais e blá blá blá 1 é a laranja podre do cesto pois é nessa larajinha podre q eu miro.
Ôh sina!

Beijos, amigas!!!

San disse...

Bem eu nem vou dizer que tenho o dedo podre.... devo ter a mão toda bem isso da um post ... rsrrs mas acredite um dia acertamos rsrrs bjs adortei o post mme lemmbrei de uma amiga , que vive mirando errado bjs

Melanie Brown disse...

Obrigada pela visita Cynthia!! :D
Amandinha nao é minha filha, é minha querida afilhada...
Agradeço tbm por me seguirem!!!

Abraços e
Exelente 2011!

Anônimo disse...

Oi vel tudo bem? Vc. diz que é medrosa que não quer ter filho mas o destino é quem vai decidir viu!!!!!ô perdi meu celular dia primeiro lá na Barra.Depois liga para mim tá,por que perdi todos meus contatos!!!
Bjsss!!!!Adorei o blog....