sexta-feira, 13 de maio de 2011

Contradição, Uma Rima Para Religião


(by Cinthya)

Ontem uma amiga me ligou porque havia me convidado para um encontro da sua igreja e eu não fui. Visitei a igreja dela outro dia e foi legal, mas nada que me fizesse querer ficar e seguir à risca as suas “sagradas” leis, como é o desejo dela.

Ela disse que ficava triste ao me ver desistindo de Deus. Mas... Eu nunca disse que desisti de Deus. Apenas não me rotulo com essa ou aquela religião. Para mim o Deus é um só, a Força Movedora é única e livre de muitos mitos criados pelo homem. Não consigo ver Deus como um juiz severo que manda seus filhos ao fogo, sem pena, sem piedade, julgando-os e condenando-os por mais errados que sejam eles. Poxa, se eu que sou humana, não condenaria meu filho ao sofrimento eterno por um erro dele, imagina Deus que é soberano, onipotente, onipresente, onisciente e fonte inesgotável de amor. É difícil pra mim digerir isso.

Eu não consigo pactuar da idéia de que Deus vendo um pai de família que trabalha pra ganhar seu dinheirinho contado, sustenta uma casa de oito, nove, dez pessoas ainda pediria a ele que lhe desse dinheiro, que tirasse de sua casa e desse à igreja. Definitivamente, não. Não penso assim. Minha mãe paga dízimo, tem até carteirinha, eu respeito, mas não concordo. Melhor seria comprar uma cesta básica e levar para uma família mais necessitada. Acredito que assim se serviria muito mais a Deus. Dividiria com quem, de fato, precisa.

Eu vou a várias igrejas, sou visitante de muitas e me sinto bem ouvindo falar sobre o amor, sobre o perdão, sobre a vida... Mas não gosto da hipocrisia humana, não gosto das pessoas que manipulam a fé dos outros, não gosto que mintam usando as coisas sagradas da vida, não gosto que se aproveitem das dores das pessoas para sugá-las, não gosto que me olhem torto só porque eu não sou da mesma religião, ou de religião alguma.

Tanta gente defende bandeira dessa ou daquela religião, vivem enfiados na igreja e mesmo assim só sabem falar da vida alheia, desejam o mal, são invejosos... Tanta gente vive assim, nessa ilusão. Um dia perguntei para uma amiga muito religiosa: “Um homem prega a palavra de Deus numa igreja, leva a multidão de fiéis ao delírio, e ao sair da igreja se depara com uma prostitua e lhe diz horrores, a julga e maltrata. Outra pessoa nunca pisou numa igreja, mas vive a fazer o bem, a cuidar dos necessitados, do excluídos... Quem está mais perto de Deus” E ela respondeu: “Aquele que foi batizado, na igreja”.

Tenho muitos amigos, de muitas religiões, adoro todos eles porque respeito cada um e suas convicções. Ontem essa amiga achou que o “Inimigo” estaria se apossando de mim e por isso eu não queria ir para a igreja dela... Mas eu disse que vou na igreja dela (evangélica), como vou na da minha mãe (católica), na do meu pai (espírita) e em qualquer outra que pregue o bem. Só não queiram me prender lá. Porque para fazer o bem, para andar no bem, para amar o próximo, para construir felicidade, não preciso desses rótulos. Preciso de Deus no meu coração e pronto.

Para mim Deus é uma força criadora, movedora de tudo que somos. É o que nos sustenta, é a razão de ser de cada detalhe. Para mim Deus é a junção de seus filhos e ao mesmo tempo é cada um individualmente. Deus é algo que tenho aqui dentro e que me ampara quando penso que não tenho mais forças e ao mesmo tempo é algo externo capaz de mover um mundo para me ver feliz.

Céu e Inferno estão dentro de mim, eu escolho o que quero, para onde seguir. Eu escolho, pois Deus me fez livre. Porém, ainda que eu escolha viver no inferno, no erro, no sofrimento, ainda assim, tenho certeza de que esse Deus, meu Pai ficará dia após dia ao meu lado esticando a mão para alcançar a minha e me tirar do tormento, por que Ele me ama, infinitamente e ficará feliz no dia em que eu superar minhas grandes falhas.

Não é a religião que vai me conduzir ao "paraíso". É o que eu faço da minha vida, é o que eu faço pelo próximo, é que eu trago no meu coração... É isso que vai me trazer risos ou choro. E seria tão bom que as pessoas entendessem. Eu não preciso acreditar no que elas acreditam e nem por isso deixamos de servir ao mesmo Criador. A minha religião não é ostentada, ela é praticada no meu dia a dia, no meu respeito pelos outros, por mim mesma, na minha capacidade de amar e esforço para colorir um coração que esteja cinza.

A grande maioria dos ateus que conheço o são, não por não acreditarem em Deus, mas por não aceitarem o que os homens inventaram sobre Deus, em proveito próprio.

Assunto delicado esse, não?

11 comentários:

Zil Mar disse...

Oi meninas....desculpe...mas só agora tõ conseguindo voltar aos meus blogs...e todos os meus posts foram deletados...inclusive o que eu fiz pra vcs...mas já coloquei novamente...se vcs não viram...já está de novo no mesmo lugar...


meu carinho..

Zil

Olha Eu Aqui!!! disse...

A cada texto seu, fico mais encantada com suas palavras.


Você é um caminhão carregado de privada Deca!!!! Aê!!


Beijos , meus amores!!


PS: Também tem textinho novo no meu!!
http://meueseuespaco.blogspot.com/

Ricardo disse...

Concordo com vc, Thyntia!
Vc é sábia, emana amor e "num" tem nada de Inimigo se apossando de tu não, viu? rs...
Bin Laden e seus afins fazem o que fazem em nome do deus deles! Evangélicos (nem todos) se acham já "salvos" e vêm os seus semelhantes com maus olhos e por aí afora... Toda religião tem seu lado admirável e outro abominável. Isso porque quem as criou fomos nós, com todos as nossas qualidades e nossos defeitos, e não Deus!
Bjo e bom fds!

Mima D. disse...

Cinthya
Há muito tempo li um livro do Richard Bach, "UM" e um trecho dele fala sobre religiões, Deus e em como o homem consegue transformar algo que é bom, libertador, em algo que aprisiona, oprime, escraviza.
Não importa o nome que damos, o que importa é o sentido que ele tem em nossas vidas.
Amei o texto e mais uma vez me vi refletida nas suas palavras.
Bjs e obrigada sempre!!

My disse...

Nossa parabéns por abordar um assunto tão delicado...
Realmente um dedo na ferida de muita gente!

DÉIA disse...

Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
Esse é o link do meu blog
http://wwwdeiablog.blogspot.com/

Lília disse...

Cynthia, religião para mim é uma coisa e Deus é outra completamente diferente. As religiões dependem de Deus ou DEUSES, mas Deus não depende de religião alguma para estar na vida e no coração de alguém!!

Imagina eu, que sou bem parecida contigo, vou à qualquer lugar que me convidem, mas detesto fanatismo, estou namorando um evangélico de família tradicionalíssima... Eu vou levando e deixando claro a minha forma de pensar... mas quando a gente morrer, ele vai para o céu e eu para o inferno, rsrsrsrs

Sinceramente, eu não consigo entender a mente humana que se submete a certos conceitos.

Outro dia eu fui a uma igreja evangelica e a oferta podia ser paga com o cartão de crédito. É mole? Ahahahaha

Cada coisa...

Quim disse...

Conhecereis a verdade e ela vos libertara !Para conhece-la ,a Bussola:CONHEÇA A TI MESMO !
Nada mais profundo,nada mais verdadeiro.Mas,o que é a Verdade?Alguem sabe ?Qual a sua natureza ?Onde se encontra ?Pois é,eu mesmo,ainda não sei.Sei apenas de uma coisa,seja ela,la o que for, não esta em nenhum outro lugar,não importa qual,fora de nós;ela esta em nós,no mais intimo do nosso ser,ela é individual,exclusiva,sendo assim,poderemos dizer com toda propriedade:A VERDADE DE CADA UM !Como não sei o que é,como ninguem sabe,só se pode especular sobre ela.Especulando eu diria que a verdade é uma gnose intima,universal,profunda,tão nossa ,que uma vez alcançada apos um longo caminho percorrido,se percebera que ela só podera ser sentida, vivenciada e jamais expressa em palavras.Quando alcançarmos este estagio,sentiremos tambem uma liberdade plena e absoluta,da qual Cristo nos fala;nossa sensibilidade,nossa percepção do Universo que nos rodeia,nossa visão,nossos sentidos,nossa compreensão das coisas de nossas vidas, se intensificarão de tal modos, que nos desprenderemos de quaisquer jugo ou limites,de quaisquer prisões,de quaisquer algemas que nos tolham,e nesta plenitude absoluta da nossa liberdade,nos sentiremos,livres,leves e soltos como nuvens ao vento.Para alcançarmos esta Verdade que esta em nós,precisamos mergulhar para dentro de nós mesmos atravez de um caminho chamado:Auto conhecimento´.Trata-se de um longo,arduo,espinhoso,ingrime,pedregoso,exaustivo caminho a ser percorrido, passo a passo, lentamente;um caminho sem atalhos,sem rotas mais curtas ,pois é a demora, é a longitude deste caminho que nos fara chegar mais rapido ao nosso destino...

Quim disse...

RELIGIÃO ,sinônimo :CONTRADIÇÃO !
A palavra Religão significa:Religar a Deus,mas,como religar se ja nascemos ligados a ele,se somos partes dele ?Aí a coisa começa.Quem é,o que é ,e como é Deus ?A palavra Deus é apenas um rotulo,não é o unico,existem outros,Jeová,Alá e por aí vai;cada um o rotula a seu modo,mas,a essencia,a natureza do nosso Criador,todos nós desconhecemos,e por desconhece-la,especulamos,supomos,teorizamos, criamos,inventamos,imaginamos,sem contudo chegarmos a lugar algum.Cada Religião cultua o seu Deus e o tem como verdadeiro,atribuindo serem falsos os Deuses cultuados pelas outras religiões,por conta disto,a Religião divide e separa o homem ao invez de uni-lo.Mta-se em nome de Deus !Pode ? Por sua vez a Religião mais oculta do que revela,mais impõe do que expõe,mais aprisiona do que liberta.Por não ter a minima ideia sobre o Criador,o homem criou um Deus à sua imagem e semelhança para consumo proprio,um Deus com virtudes e imperfeições iguais a ele,um Deus,tido como pai bondoso,poderoso,amoroso,onipresente,mas,que castiga e mata impiedosamente seus filhos.Que pai é este, que se omite quando seu Filho mais perfeito,mais amoroso,tido e havido como unico,é trucidado e crucificado impiedosamente pelo homem,especie tambem de sua criação? Aqui cabe uma pergunta:Se Cristo é filho unico de Deus,unigênito,nós seriamos filhos bastardos de quem ? Não satisfeito por ter criado um Deus para consumo próprio,um Deus do bem,o homem tambem criou um Deus do mal,o qual ele rotulou : Diabo! O qual tem costas largas e bota largas nisto, pois todas as maldades , miserias humanas e do mundo, são jogadas sobre seus ombros,coitado,Bode expiatorio da humaninade perversa e profana.Pobre Diabo,que se existisse de verdade,seria um santo,com direito a canonização,igrejas e feriados,se comparado com homem, com as maldades e taras.Homem que se acha um escolhido e protegido pelo Deus que ele mesmo criou.Com tudo isto, acabam existindo 2 Deuses,aquele que nos criou e aquele criado pelos homens,em nome do qual,tantas maldades se praticam.Na minha Teoria Maluca sobre a Criação,eu não uso o Rotulo :Deus,mas,a palavra :Criador quando me refiro a quem é responsavel pela nossa existencia;pois bem o Criador concebeu e materializou o universo com tudo o que nele existe,depois da obra pronta,declarou,penso eu:'Meus Filhos,esta tudo aí,não falta nada,agora é com voces,cuidem do que aí esta,não me venham a encher a paciencia pois não estarei para mais ninguem,tenho mais o que fazer !Fui !!!...
Para terminar eu diria que,se o Criador tivesse sexo,seria Mulher,pois só uma mulher teria sensibilidade e bom gosto para criar um mundo tão maravilhoso,o qual, o cretino do homem faz tudo para destruir !...

Quim disse...

Quando cometemos um erro,nos desculpamos dizendo:Errei por que sou humano ! Pressupondo que,se humanos não fossemos,não errariamos !Mas aí entra uma outra questão:Quem acredita na existencia de Anjos,(eu não acredito) afirma que os Anjos seriam criaturas perfeitas,criadas por Deus,para serem seus auxiliares.(Deus precisa de auxiliares ?)Antes de continuar,uma explicação:Se Anjos realmente existissem,Deus seria injusto conosco,pois os teria criado perfeitos para habitarem o bem bom no céu enquanto, em contrapartida, criou o homem imperfeito, para ralar e comer terra e grama na terra, caso queira chegar a algum tipo de perfeição.Como creio na Justiça do Criador,não creio na existencia de Anjos.Continuando:Como,segundo dizem os que acreditam em Anjos,estes seriam criaturas perfeitas e em sendo perfeitas,jamais errariam, como ocorre com o ser humano,ora,se é assim,como explicar então, os erros que alguns Anjos cometeram ao se rebelarem contra o Criador? Ou a rebelião não foi um erro?Ou não existiu ?Se erraram,então não eram perfeitos,pois se perfeitos fossem,não errariam.Certo ?Onde esta o nó ?Por conta disto,o Criador meteu o pé no trazeiro dos insurgentes,expulsando-os para a Terra,aqui se instalando para nos perturbarem,ja não chega os politicos ?Pois bem,segundo se relata,o chefe da rebelião ou da quadrilha (Palavra em voga atualmente),aqui passou a ser chamado de Satanas,Diabo,Lucifer,Cão,etc,etc,.Mas aí tem algo que,certamente poucos perceberam;Se este Anjo Caido,ao qual chamamos por Diabo,realmente existir,em existindo, teria sido tambem,como nós, criado por Deus,e se partirmos do pressuposto que todas as criaturas criadas por Deus são irmãs entre si,este tal de Diabo,existindo,seria por via de consequencias,tambem nosso irmão,porque não ?Seria tambem irmão de Cristo!Irmão de todos os homens ? Porque não ?Ora,se Cristo pregou e nos ensinou amarmos-nos uns aos outros,não me consta,até prova em contrario,que tenha excluido o nosso irmão e dele tambem,o Diabo, desta parada sentimental;portanto,para seguir o ensinamento de Cristo teremos de amar tambem o nosso irmão chifrudo,o Diabo,(seria casado ?)do contrario estariamos praticando uma sórdida discriminação e justamente contra nosso irmão.Alguem discorda ?Estou errado ?
Religião,sinônimo de Contradição!...

O Divã Dellas disse...

Quim, eu adoro seus comentários. Você argumenta, esplana. Muito bom. Você tem uma visão imparcial e uma critica afiada.
Diante de tudo o que você colocou aqui, creio mesmo que não há outra rima melhor para religião. Contradição é ela!
E, quem cria o ateu é a própria religião com suas teorias infundadas e muitas, muitas fantasias.
Pra mim é assim...
Céu e inferno estão contido dentro de mim... E escolho onde quero ficar.
Graaaaande abraço,
Cinthya