quarta-feira, 11 de maio de 2011

Por Que Eu Tenho Um Blog (Versão Cinthya)?

(by Cinthya)

Às vezes eu penso que habitam vários seres dentro de mim, e eu não estou falando de verme, nem de gravidez, nem de obsessão. Eu falo de tanto sentimento, de tantas idéias que ficam remoendo aqui dentro. Ora gritando, ora se batendo para sair. É quase uma loucura.

Quando esse turbilhão estoura, eu me agonizo, me sufoco, fico tensa mesmo. Demorou um pouco para que eu descobrisse o remédio para tal inquietação: escrever. Quando me vem esse estado em que vejo os “meus eus” em ebulição, então é hora de pegar o papel e a caneta e escrever. Deixar que eles falem, se expressem, se soltem. Eu dou vida a eles. E quando escrevo, quando as palavras vão sendo desaguadas o alívio vai chegando e o prazer toma conta de tudo, como se fosse o saciar de um vício.

Então, escrever para mim é algo vital, totalmente relacionado com meu bem estar e minha felicidade. Uma válvula de escape, talvez.

Mas nem todo dia os meus eus fazem festa e quando eu assumi o compromisso de, junto com a Verônica, criar um blog, assumi também a necessidade de escrever sempre, mesmo quando a inspiração fugisse. E assim tem sido. Um delicioso desafio. Uma escola. Um amadurecer. Uma realização.

Adoro escrever sobre o amor, sobre o bem, sobre o simples, sobre a vida. Adoro dividir com as pessoas os meus valores tão singelos, mas tão concretos. Adoro quando as pessoas gostam do escrevo porque eu não escrevo o mal. Adoro quando comentam, mesmo que não concordem. Adoro dividir idéias, ampliar laços, quebrar barreiras. Outro dia eu falei para uma amiga que ainda chegaria a um grande jornal ou revista, como colunista e ela respondeu:

- Boba, você já escreve para o maior e mais poderoso meio de comunicação que existe!

E ela tem razão. Aqui eu alcanço além do horizonte e levo minhas idéias para outros lugares que antes eu não alcaçava.

Então, eu tenho um Blog porque assumi um compromisso com a vida. Um compromisso de fazer valer a minha passagem aqui, de deixar belas linhas escritas, de orgulhar aos que me cercam e também aos que apenas me lêm.

Se algum dia alguém se sentiu melhor lendo o que eu escrevi, ainda que tenha sido uma só pessoa, numa única vez... Ainda que seja assim, já valeu a pena tudo isso.

Para lembrar que a feicidade existe no simples, que é acessível, que sempre vale a pena viver, que temos uma enorme capacidade de fazer valer a nossa história nesse mundo, que as dores podem ser amenizadas, que somos flexíveis ao ponto de dobrarmos até o chão e depois voltarmos ao alto. Para lembrar que o amor é a razão, é para isso que tenho um Blog!

PS: Blogueiros, participem desse projeto e escrevam o porque de terem um blog!

6 comentários:

PARA ALÉM DA DIMENSÃO DE TI disse...

Mudei a morada do blog para : www.umnovoinicio.blogspot.com

Van disse...

Querida Ci , minha alma irmã ! Faço minhas as tuas palavras e escrevo exatamente por isso. Tenho um Blog porque um dia me apareceu essa necessidade de extravasar e de criar o que nascia aqui dentro, de jogar ao mundo e a pessoas que acabei conhecendo o que penso e o que desejo , minhas inquietações como gosto de dizer !

E assim é , cada dia um novo desafio ao abrir a página e me dedicar a um novo post. Falar do quê ? Da vida , de mim , dos problemas sociais , do amor , da amizade , dos Blogs outros , do que leio , do que amo , do que sinto. Tantas coisas ! Por isso escrevo e me inquieto em textos e também nas poesias , são meu alimento. E me alimento também do que leio nos Blogs que sigo e leio sempre , mesmo quando não comento por falta de tempo. Grande Beijo !

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

www.vidainversoepoesiablogspot.com

Mirys + Guigo + Nina disse...

Meninas:

MUITO OBRIGADA por terem participado e abrilhantado essa nossa blogagem coletiva!!! Vou colocar o link de vocês lá no Diário, também (claro!).

É impressionante que, quem lê vocês, sente exatamente isso: que são do bem, que escrevem direitíssimo, que respeitam as pessoas (incluindo vocês), que espalham boas vibrações! Concordo em gênero, número e grau com sua amiga (apesar de que eu ainda quero ter um livro ou uma coluna pra chamar de minha): a internet é poderosa porque não tem fronteiras!

Bjos e bençãos.
Saibam que me orgulho muito de vocês!
MIrys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

+1 disse...

Cheguei aqui nem lembro como, acho que foi pela Myris, e adorei o post. Escrever é mesmo dar vazão ao que temos dentro, é uma liberdade!

Parabéns pelo blog, vou ficar de olho aqui!

beijo
Ju

Borboleta no Casulo disse...

Cinthya o meu blog tem quase a mesma finalidade do teu...um escape, um alivio...gostei desse projeto, vou ver se me inspiro e me animo a escrever tb!!
Bjus

Ana disse...

Querida Cinthya,

Eu comecei a escrever algumas coisinhas porque não aguentava o barulho que os meus diversos "eus" faziam no meu pensamento. Quando descobri que escrever e colocar pra fora melhorava o barulho interno foi como um remédio, um alívio.

Hoje eu tenho escrito menos, o barulho interno tá menor ou ainda não sentiu vontade de sair...

Muito bom seu texto.

Mas, quero dizer que o que mais gostei desse mundo blogueiro foi ter feito algumas amizades virtuais, conhecer pessoas como vc e Verônica (mesmo sem conhecê-las pessoalmente). Pessoas do bem total e que eu adoro muito em todas as idéias e todas as escritas.

Beijos para as duas.