terça-feira, 3 de julho de 2012

Silêncio




Quando não sabemos, ao certo o que dizer, a melhor escolha é o silêncio.

O silêncio é bom, faz a outra pessoa refletir, nos concede o benefício da dúvida e muitas vezes, fala mais que uma enxurrada de palavras.

Calar, ao invés de falar, é mais sábio, demonstra respeito e uma alta dose de alto-controle.

Ao invés de usar as palavras a seu favor e correr o risco de o feitiço virar contra o feiticeiro, é mais adequado ponderar, refletir e silênciar.

O silêncio é infalível, sempre passa a mensagem que queremos.

Desabafar na hora da raiva ou da dor é perigoso, uma palavra dita, tal qual uma pedra lançada não volta atrás e as vezes causa danos irreparáveis.

Estou pondo em prática a sabedoria do silêncio. Desabafo de outro modo, chorando, rindo, lendo, conversando... Dependendo do caso, até um grito forte serve para desopilar.

Depois que a raiva passa, depois que a mágoa passa, depois que a dor passa, depois que a tristeza passa as palavras se tornam desnecessárias.

Uma coisa eu aprendi: Em alguns casos, silenciar é melhor que falar!

Façamos silêncio então...

Verônica

4 comentários:

"Gui" disse...

O silêncio é uma virtude. Lindo texto.... Estou assim ultimamente me silenciando quando não sei o que dizer e nem fazer, tem surtido bons efeitos...

bjinhos

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi Vel,
Um texto lindo e delicado.
Beijos,
Selma.

Ricardo disse...

Belo texto, Vel!
É bem verdade que o silêncio deveria ser mais e melhor usado.
Mas como é difícil..... rs
Bjo

Emoções disse...

Escritores são aqueles seres aparentemente comuns,que possuem a misteriosa habilidade de traduzir os sussurros do Vento...