segunda-feira, 2 de julho de 2012

O Importante É Ser Feliz




(by Cinthya)

Eu poderia estar cheia de olheiras, morta de cansada, com a cabeça doendo, os pés doendo, enfim, todas as características de quem brincou o melhor São João do mundo com uma energia inesgotável de quem ama essa festa maravilhosa, dessa região maravilhosa, desse povo maravilhoso.
Então, as olheiras os meus cosméticos resolveram. O cansaço eu nem sinto porque a euforia e a sensação de satisfação superam qualquer coisa que não seja bom, que não seja feliz, que não seja festivo.  Pele renovada, cabelo mais bonito, sorriso de canto a canto, muito papo pra ser colocado em dia, as resenhas, as paqueras... Ligar para as amigas e contar tudo e saber tudo delas também. É muito bom.
É muito ir para uma festa, com amigos, com família. Se divertir, dançar, beber, cantar, dar muita risada. Tudo isso sem fazer mal pra ninguém, sem prejudicar ninguém, sem fazer uso de nenhuma substância química que me leve ao nirvana. Agradeço a Deus todos os dias por não precisar de droga para me divertir, para me sentir nas alturas, para me sentir viva.
Eu gosto da vida. Gosto de viver a vida. Gosto do que preenche minha alma com boas sensações. Sair com os amigos para se divertir é uma dessas coisas. As pessoas gostam da minha companhia porque sabem que ao meu lado ninguém fica triste, sabem que eu pulo, danço, canto e não tenho problema nenhum em pagar mico sendo feliz.
O gostoso da vida é isso! O gostoso da vida é você se permitir ser leve, ser feliz, ser você mesma sem precisar de máscaras, sem precisar inventar uma personagem apenas para agrado alheio. Não! O bom da vida é sermos quem somos, mudando apenas quando nos convier mudar, tirando o peso, deixando a leveza de quem  tem um único objetivo na vida: ser feliz!
Eu sou leve, eu sou divertida, eu sou querida, eu sou amiga, eu sou amada, eu sou mãe, eu tenho um emprego, eu tenho inteligência, eu tenho saúde, eu tenho amigos e uma família linda, eu sou feliz! Sou grata e sinceramente, não dá para sustentar em mim outra coisa que não seja uma felicidade cristalina como essa que está aqui hoje. Uma felicidade simples, sem complicações, sem explicações, apenas felicidade. Leve, sutil e deliciosa.
O São João acabou, que pena! Mas deixou em mim um mar de coisas boas, sorrisos e mais sorrisos, lembranças e mais lembranças, histórias e mais histórias, músicas e mais músicas. Que saudade que eu já sinto! Que saudade! Os visitantes partindo e levando na bagagem as melhores lembranças, nossa cidade aos poucos vai retomando a sua rotina, mas o povo está diferente. Tem um brilho diferente no ar. Indiferente de ter sido (ou não) uma jogada política, a festa que oferecemos esse ano foi de dar orgulho mesmo. Que se repita sempre, pois o retorno é imensurável.
E para sempre: Viva São João!

2 comentários:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi , amada!
Coisa boa é o pós festa, né?
Eu adoro !
Beijos,
Selma.

Já participou da promoção da Fafah? ELa convidou vocês! Ainda dá tempo...passa lá no blog dela.

Beijos!

Loh LS disse...

Cintya, então somos bem parecidas...tenho essa alegria toda que você tem ai dentro de você!!!
Bjus e viva São João

avidamudaeutambem.blogspot.com.br