segunda-feira, 26 de março de 2012

Meu Velho!


(by Cinthya)

Hoje olho pra ele e vejo que o tempo não cessa. Não para pra descansar. O tempo não perde tempo. Hoje o vejo caminhar com tanta dificuldade. O vejo reclamar com tanta facilidade. E a paciência que ele teve comigo um dia, hoje eu tenho com ele.
Meu pai, meu amigo, meu conselheiro, meu grande herói de carne e osso. Um herói que não ensina somente com vitórias... Heróis de verdade ensinam também com derrotas. O dono de palavras sábias que me foram ditas e nunca as esqueci. O dono de um temperamento forte (assim como o meu), de palavras diretas e precisas.
Se eu pudesse o livraria de qualquer dor que ainda sinta. Se eu pudesse o arrancaria desse silêncio que por vezes o acomete. Se eu pudesse implantaria um sorriso em sua face e o deixaria lá, permanentemente, para que ouvisse tudo que tenho pra falar:
Que o senhor é lindo, que o senhor é meu amigo e sempre me salva do naufrágio, que o senhor me ensinou e ensina muito, que o senhor é o maior exemplo de humildade e superação que eu conheço, que tenho muito orgulho do senhor, que fico feliz com sua felicidade, que fico imensamente feliz em saber que o meu filho veio pra iluminar seus dias.
Eu te amo tanto, meu Pai. Feliz Aniversário para o senhor. Feliz aniversário para o meu irmão, seu filho, que veio coroar as nossas vidas bem no dia do seu aniversário. E agora temos 03 Vicentes em casa. O pai, o filho e o neto. Mas o rei, com certeza, é o senhor, Meu Pai! E eu serei sempre uma criança a te olhar admirada e amorosa, a esperar a sua mão pra me dar o apoio que preciso, a enxergar em você o meu herói amado e a desejar profundamente que o tempo corra devagar, para que o inevitável demore a acontecer.


MEU QUERIDO, MEU VELHO, MEU AMIGO
(Roberto Carlos)
Esses seus cabelos brancos, bonitos, esse olhar cansado, profundo
Me dizendo coisas, num grito, me ensinando tanto do mundo...
E esses passos lentos, de agora, caminhando sempre comigo,
Já correram tanto na vida,
Meu querido, meu velho, meu amigo
Sua vida cheia de histórias e essas rugas marcadas pelo tempo,
Lembranças de antigas vitórias ou lágrimas choradas, ao vento...
Sua voz macia me acalma e me diz muito mais do que eu digo
Me calando fundo na alma
Meu querido, meu velho, meu amigo
Seu passado vive presente nas experiências
Contidas nesse coração, consciente da beleza das coisas da vida.
Seu sorriso franco me anima, seu conselho certo me ensina,
Beijo suas mãos e lhe digo
Meu querido, meu velho, meu amigo
Eu já lhe falei de tudo,
Mas tudo isso é pouco
Diante do que sinto...
Olhando seus cabelos, tão bonitos,
Beijo suas mãos e digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

5 comentários:

O Divã Dellas disse...

Parabéns, Senhor Vicente!!! Parabéns pela família linda, amorosa e unida que o senhor junto com Dona Lordinha constituiu!

Parabéns por ser esse homem tão bom, de alma tão generosa e que recebe as pessoas em sua casa com tanta gentileza que desconcerta!

Parabéns por esse ser iluminado que és! Deus abençoe o senhor e lhe conceda muitos, muitos, muitos anos e vida! Uma vida cheia de saúde, paz, amor e felicidade!

Tudo de bom pro senhor e pro seu filho!

Verônica

Ricardo disse...

Eita, Sr. Vicente!
Parabéns, saúde e paz é o que desejo a ele!
Muito lindas as suas palavras Thyntia!
Bjo

Sandro Silva disse...

Amei o texto; pois me vi com meu pai em cada palavra. Felicidades a seu pai amiga. Bjs

Gis Martins disse...

Hoje tbm seria o niver de meu Pai se ainda estivesse entre nós.

Selma disse...

Oi amada! Abrace , beije e cheire seus pais todo dia. Saúde pro seu pai. Muita muita muita saúde mesmo!

Beijos!