segunda-feira, 28 de maio de 2012

Tudo Pode Ser



(By Cinthya)
Sempre sonhei muito nessa minha vida. Nunca me prendi somente ao que tenho. Eu viajo longe naquilo que desejo, que almejo, que sonho, que busco. Eu visualizo o sonho realizado, concretizado e chego a sentir o sabor delicioso dessa vitória.
Eu não admito que eu não possa viver daquilo que eu gosto de fazer e sei fazer. Então vezequando eu me pego vivendo daqui a alguns anos, eu me flagro envolvida no sabor gostoso de acordar para trabalhar, ou melhor, para produzir aquilo que me enche de vida.
O que mais desejo pra minha vida é viver da minha arte. Tornar o Divã Dellas um blog muito mais conhecido, muito mais acessado. Um blog totalmente “up”. Ver o Divã se tornar um livro, aliás, uma coletânea, com os melhores textos publicados em edições anuais. Um livro bastante aceito e bastante vendido.
Então romper barreiras, levar o Divã para outros horizontes, outros idiomas, outros costumes. Entrevistas, TV, jornais e revistas. Ver todos comentando e, inevitavelmente, criticando o nosso trabalho. Passar horas com a Verônica no planejamento de novas estratégias, na inovação de nosso cantinho tão mágico.
Sentar, na varanda de minha casa, à beira mar, com uma roupa branca, abrir meu notebook, ouvindo uma bela música, sentindo o vento acariciar meu rosto, meus cabelos e escrever, escrever, escrever. Um post. Mais outro, e outro. Extrair da minha alma toda essência que tenho transformando-a em textos, em poemas, em canções.
Ter minha atenção roubada pelo meu pequeno filho que me chega com um livro para que eu leia para ele. Depois, ficar observando suas brincadeiras, sentir-me emocionada e imensamente grata por tudo que tenho. Por saborear todas as manhãs o gosto gostoso de viver o sonho realizado.
Agradecer por não ter desistido naquelas manhãs onde eu acordava cansada pesada, tendo que trabalhar em algo que eu já não acreditava mais, que não me completava e nem me satisfazia. Que em nada me elevava ou revigorava. Enfim. Estarei eu grata por ter sobrevivido a tantas intempéries para que, um dia, pudesse enfim entende que realmente “tudo pode ser, se quiser será, o sonho sempre vem pra quem sonhar”.
Quem sabe, Verônica, não demore muito para tudo isso acontecer! Hoje estou cansada, bastante cansada, mas minha mente não para, o meu sonho não descansa.  Eu, daqui, vou matutando ideias e caminhos para que cheguemos lá.

3 comentários:

O Divã Dellas disse...

Amém, amém, amém!!!

Programa do Jô que nos aguarde!!

Que os anjos digam amém e que nossos sonhos torne-se realidade.

Vontade não falta, força pra lutar não falta. Carinho, criatividade e empenho também não são problemas...

Eu tenho fé que nosso próximo passo dará muito certo, minha amiga!!
O Divã é composto de muito carinho e muita dedicação. Colheremos mais frutos disso. Acredite!

Te amo!

Verônica

Ricardo disse...

Lindo de ver a garra de vc's!
E sobretudo a UNIÃO!
Como duas irmãs, numa verdadeira família, uma dando força a outra!
Oxalá vc's consigam o que almejam!
Se depender desse leitor aqui... rs
Bjo meninas!

Das coisas que vejo e gosto. disse...

E eu desejo que seja o mais rápido possível. Talento não falta. E avisa pra gente que a festa vai ser grande!
Beijos!
Selma.