sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Não Quero A Metade!


(by Cinthya)

Gosto de pensar nas coisas que me acontecem no decorrer da vida, na chegada da maturidade. As mudanças, os melhoramentos. Sim, são muitos os pontos que foram melhorados com o crescer da idade. E uma das coisas que eu percebi que só aperfeiçoa em mim é o fato de eu não me ater a metades.

Ao contrário dos outros, não procuro a metade da laranja, quero uma laranja inteira. Não procuro minha metade, eu sou um ser inteiro e quero alguém que venha também inteiro. Não sei ser um pouco amiga, um pouco companheira. Sou amiga e sou companheira e pronto. Não conto meias verdades, ou as conto por inteiro ou as omito por completo. Não gosto mais ou menos. Ou é ou não é.

Da mesma forma, o que acabou, acabou. Pra mim é simples. Pode até doer, mas como tudo na vida, é um processo. Dói, a gente sofre, depois passa. E passa passando mesmo. Nada de ficar remoendo. Muita gente diz que sou fria ou crua, mas não penso assim. Eu diria que sou somente prática, direta e inteligente. Se eu sei que não me fará bem, vou insistir por quê? Deixa passar, que o mundo é grande, com muita gente para entrar e sair de nossas vidas.

Se um dia surgir “aquela pessoa”, então a gente forma parceria duradoura, prolongada, sincera. Se não surgir, a gente vai colecionando histórias, sorrisos, amores, lágrimas, flores. O importante é que sejamos felizes e bem resolvidos dentro de nossas verdades. Que saibamos viver do que somos e não do que querem que sejamos.

Eu sou assim. Eu sou feliz. Se um dia sentir necessidade, mudo. Não tenho problema com mudanças. Sendo o que for, serei intensa e completa.

Um comentário:

Loh LS disse...

Adoreiii o post!!!
Penso assim como vc: ou é ou não é...nada de meio termo!!!
Bjs