domingo, 20 de fevereiro de 2011

"A Arte De Sorrir Cada Vez Que Mundo Diz NÃO"


(by Cinthya)

Nem sempre alcançamos o objetivo traçado. Desenhamos tudo na nossa cabeça, todos os caminhos que serão percorridos, todas as falas que serão ditas, todos os planos B, C e D para o caso de o A não dar certo. Até podemos sentir a euforia de tudo que nos acontecerá a 'ansiedade se antecipa', o corpo viaja se adianta e sofre os efeitos colaterais de uma situação de emoção (boa ou ruim).

Com o mapa da situação debaixo do braço seguimos adiante rumo ao “fazer acontecer”. Daí, apesar de nossa vontade e intenção, o plano A não funciona, o plano B vai por água abaixo, o plano C desaba ao chão e o D é levado pelo vento. A gente quer, a gente exige. O mundo não deixa. Simplesmente, nos barra.

E aí? O que fazer?

Você tem duas opções: xingar tudo e todos, se revoltar, se encher de raiva e, mais tarde sofrer com essa raiva pipocando no seu organismo (sim, porque ela vai pipocar. É questão de tempo). Passar a ver tudo cinza, não enxergar lógica no que aconteceu. Reclamar que Deus não te ama como filho, que o mundo é um poço de injustiça e, de tanto reclamar, ver as pessoas se afastando de você (ninguém merece uma pessoa que só reclama!).

A outra opção é você parar, respirar e entender (aceitando) que as coisas nem sempre acontecem como queremos, que infelizmente (ou felizmente) não temos um total controle da nossa vida e que, muitas vezes teremos que “baixar a crista” quando a Força Maior tiver planos distintos dos nossos. Entender que se não deu certo o plano A, o B, o C e o D, o alfabeto não é composto de 04 letras apenas... Se todas as demais letras também não funcionarem, ainda existirão os números e esses são infinitos.

A vida, até onde temos certeza (superficial, é claro), é uma só e por isso cada dia que passamos aqui é único, não volta. Cada dia que passa é um passo que damos ao encontro do final da jornada. E cada vez mais vamos nos limitando de determinadas coisas que podemos fazer hoje, mas daqui a alguns dias, meses ou anos não poderemos mais.

Tanta coisa pra ser vivida. Tanta gente pra ser amada. Tanto sonho pra ser sonhado e realizado. Tanto defeito pra ser trabalhado, tanta virtude para ser exaltada e você vai ficar aí de cara amarrada esperando a morte chegar?

Se olha no espelho e vê como você fica péssimo de cara amarrada. Arrisca um sorriso, coloca a música preferida e dança. Dança sozinho, pula, canta alto, se solta e solta todas essas bruxas que te condenam. Você fica mais bonito quando é feliz. Se a vida te fez de palhaço use isso como motivo para sorrir, afinal de contas, você já viu palhaço triste?

Se você se prende ao que não deu certo, finda não enxergando as infinitas portas que, a todo instante, se abrem para você

Relaxa, muda o foco, e aprende “a arte de sorrir cada vez que mundo diz não”.

10 comentários:

O Divã Dellas disse...

Tem dias que temos vontade de encher o peito de ar e gritar bem alto, soltar um sonoro: PUTAAAAA QUEEEEE PARIUUUUUU!!! Mas é aí que devemos contar de 1 até 30.000 e segurar a onda. Nõ é facil, mas é extremamente necessário. Exercitar auto-controle é sem dúvidas muito importante e quando vc pensa q tá conseguindo, um incidente no trânsito que te faz sentir vontade de pular no pescoço da outra pessoa e enforcá-la faz vc perceber o quão longe da meta vc está.

E o que dizer das frustrações? Fazer bico não resolve, nem ajuda... Se lamentar muito menos, mas é exatamente isso que fazemos instantaneamente.

Eu vou evoluir, eu juro!

Parabés pelo texto, Parça!
Era tudo que eu precisava ler numa segunda-feira onde a minha única vontade é mandar tudo à merda.

Beijos!!

Verônica

Borboleta no Casulo disse...

Qd as coisas não dão certo pra mim eu não fico insistindo mt, aceito do jeito q é pra ser, não fico lamentando e nem remoendo essas coisas, por isso que não sou de sofrer muito quando as coisas não dão certo, claro q tem casos e casos ne, mas essa de reclamar de td não é cmg. Me acho muito mais bonita alegre do que triste rs.
Bjssss

Valéria Sorohan disse...

Eu por aqui ando misturando tudo, portas e tudo mais, dizendo-se entreabertas, mas nem sei...

BeijooO*

Cáh disse...

Concordo completamente!!!

Tem tanta gente que se perde no que fiou pra tras, que quando resolve olhar pra frente as coisas parecem bagunçadas demais... é pelo tempo que perderam.
é mais fácil chorar do que lutar?
Claro que é...
Mas a vida é feita disso, e só vale a pena para aqueles que confiam, e tentam.


Um grande beijo, ótimo texto

My disse...

Me animei rsrsrs
bjs meninas ;)

Lis disse...

Ola obrigada pela visita...volte sempre!

O Blog de vcs é muito bom...adorei passear por aqui! Vcs escrevem com a Alma..amei!

boa semana

bjosssss

Natália Coelho disse...

Adorei o texto, me emocionei a cada linha! E acho que todas as pessoas deveriam ler esse texto e ter esse pensamento!! Isso foi muito bonito: "Se a vida te fez de palhaço use isso como motivo para sorrir, afinal de contas, você já viu palhaço triste?"

Parabéns pelo blog e pelas palavras!!
Beijinhoos


http://natalia-coelho.blogspot.com

San disse...

Mto bom o texto e tem dia que parece de noite rsrrs e ai o melhor e olhar e sorrir engatar uma primeira acelerar depois uma segunda e continuar .... bjs

Mima D. disse...

Concordo 100% com a Verônica sobre os dias em que dá vontade de xingar alto! Mas controlo, conto até mil, respiro...
Não, ainda não entrei para o time das que conseguem liberar esta mágoa facilmente, mas tenho praticado. Muito!
E parece que você tem adivinhado os temas dos posts, Cinthya! Mesmo enrolada e sem muito tempo para passar aqui sempre, quando venho, recebo logo um caminhão de boas coisas e ótimos lembretes pra minha vida!
Bjssssssssss

Marco C. Leite disse...

Gosto de retribuir com um belo não para o mundo quando ele me diz não... mas claro, agora posso retribuir dizendo não, mas com o sorriso no rosto... rsrsrs