sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Eu Sou Louca Por Ele, E Daí?

(by Cinthya)

- E então, vocês estão juntos?
- Oi? Hã? Como? (rsrsrs)
- Vocês estão juntos? Estam namorando?
- A gente tá se curtindo...
- Se curtindo?
- É. Por que o espanto?
- Vocês têm um filho e ainda estão se curtindo?
- Ah! E não pode?
- Pense bem... Pense no que você está fazendo da sua vida.
- Olha, a gente tá se curtindo. Mas se um dia eu o ver com outra mulher ou ele me ver com outro homem... Aí, minha amiga. Traga as grades de cerveja, as caixas de uísque e todos os cds de B&M.
- (risos). E isso significa o que mesmo?
- ... (Silêncio. Coração aos pulos)
- Hein, isso significa o que mesmo?
- QUE EU SOU LOUCA POR ELE!

Pronto. Esse diálogo de msn entre amigas mostra uma coisa bem interessante do mundo feminino. A gente tem mania de guardar mágoas. Alguém que nos feriu no passado, que nos fez chorar um monte, por quem tomamos vários porres, que não atendeu aquela nossa ligação, que faltou ao encontro e nos deixou só a esperar. Aquele alguém que sumiu justamente na hora em que a gente mais precisava de sua presença.

Tá, o cara fez tudo isso com você e você o odeia, certo?

Errado. Ele fez tudo isso com você, mas você ainda o ama. E aí, cadê a coragem de assumir isso pra nós mesmas? Cadê a coragem de olhar pra dentro de nosso coraçãozinho ferido e dizer: Ei, não deixo ele sair daí. E a gente segue na estrada, mascarando o sentimento. Mergulhadas num orgulho bobo que nos impede de viver momentos felizes, de escrever páginas lindas no nosso Livro da Vida.

O cara vai se chegando, depois da tormenta. Vai se aproximando, tentando (quem sabe) se redimir das merdas passadas. E você vai deixando porque, afinal de contas, você tira proveito disso. Mas o coração não é santo (e Madre tereza não tem covinhas na bochecha, como disse uma amiga), e você se vê numa vingança diária, uma vingança em coisas sutis que só uma mulher ferida sabe fazer. Você assume a postura do "bate e depois assopra"... E o coração fica tonto sem saber a qual comando atender: amar ou odiar?

Tudo é uma grande confusão porque o orgulho cega a gente e é inimigo assumido da nossa felicidade. Chega uma hora em que você, percebendo-se perdida, pede ajuda de quem está de fora. E aí escuta o que a amiga tem a dizer e então enxerga como as coisas são claras. Enxerga que não é feio e nem errado você continuar amando uma pessoa que te magoou no passado. Você lembra que muitas vezes você o tem magoado no presente e que mesmo assim ele continua ali, tentando te agradar.

É verdade o que ele demonstra, o que ele sente? Você não sabe. Você só sabe o que está dentro de você. Você só sabe que esse sentimento vai crescendo, vai te sufocando até que você o assume.

E ai tudo se tranquiliza. Você decide deixar as mágoas saírem. Você permite que a chuva caia e renove seu íntimo. Afinal, a vida é sua. O amor é seu. Você sorri, e efim, sente o alívio e a delícia que é "se permitir". Você se joga nos braços dele, no amor dele, na vida dele. Olha nos seus olhos e diz: Meu Amor, eu sou louca por você!

Um brinde à vida!

12 comentários:

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Explode coração, total!!!

Beijos para as suas blogueiras.

Ótimo finde, aproveitem Petrolina por mim!!!

Beijos,

Bela - A Divorciada

Gisele Braga disse...

Olá Queridas,
Primeiramente tenho
que te parabenizar Cinthya
pelo excelente post, adoreii
de verdade!
Para ser bem sincera, sempre
me joguei pela vida, vivo
um amor, aos trancos e barrancos,
mais estou com ele, ele me faz
feliz! e os outros não podem
me entender, sentimento não
se explica mesmo não é!

Um brinde a vida!

Fiquei muito
feliz com a visita
lá no meu cantinho!
VolteM sempre, serAM sempre
muito bem vindaS!

Fiquei encantada com o
Blog, muito lindo! Parabéns!
Estou seguindo e
Voltarei mais vezes!

Beijos Meus...*

Van disse...

Ci ! Olha eu aqui...acho que quando se tem amor é preciso demonstrá-lo , independentemente da forma ou de como será isso...Amor é para iluminar e não para se esconder debaixo do tapete e quem já não deu suas mancadas, quem já não precisou pedir perdão ?

Faz parte...o que não pode é deixar o amor de lado por conta do orgulho...isso não !

Grande Beijo. Sempre aqui. Ei, vai me mandar uma poesia sua ?

Amélie Poulain disse...

E o coração continua sendo terra que ninguem pisa mesmo....inexplorado nos recantos mais escondidos....

Bora amar meu povo!!!

Beijos!!!!

Ótimo post!! Adorei!

Olha Eu Aqui! disse...

Posso falar uma coisa?? Liiiiiiiiiiiiiiiiiiiindooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!

Sim e daí se você se magoar, se chorar no meio do caminho??? "A vida é sua. O amor é seu". Não há outra verdade além dessa, não há espaço para outra pessoa viver o que é seu.

Que dane-se o mundo. A pessoas e suas criticas(pq muitas vezes são mais criticas do que próprios conselhos)... O importante é amar, não é Ci?? Adoooooooooroo

Desejo apenas que esse amor fique em pé por toda vida e crie raizes firmes, para enfim, sentir a segurança que um dia irá ser preciso. Mas por enquanto, vai curtindo . . .


Beeeeijos e otimo final de semana!!!!

O Divã Dellas disse...

E quando a gente toma essa decisão, quando a gente assume isso, a gente tira uma carreta bi-trem das costas... Tira uma tonelada de peso dos ombros.

Madre Tereza de Caucutá não tem covinhas meeeeeeeesmo.

Beijos, amiga e parceira!!

Verônica

Valéria Sorohan disse...

Olá minha querida, já estive com "o leme emperrado" por diversas vezes, mas dei uns trancos e ele desemperrou. Adorei seu texto. Tenha um fim de semana com tudo, tudo, mais tudo mesmo que você desejar.

BeijooO*

Borboleta no Casulo disse...

Que lindo!!! para o noss final de semana ficar mais bonito e mais amavel!!!
Bjs

Zil Mar disse...

Amei o texto!!!!!!

Sabe que eu precisava ler isto?????

De verdade veio numa boa hora!!!!!!

Até suspirei aliviada...rs....

bjo grande meninas!!!!!!

Zil

Beatriz disse...

Vai entender né... O coração é complicado... Ou talvez nós é que o complicamos,mas enfim... eu ri na hora do diálogo..rsrs

vanessa Monteiro disse...

Amiga querida adorei o post essa história se parece muito com a minha mais sem o filhooo, adorei beijos

Ácidas e Doces disse...

Ahh meninas
que lindo! É difícil dar a segunda chance, mas é sofrido demais negá-la.
Que seja, já estamos aqui mesmo...
Beijo
Kézia