sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Se Eu Tivesse Uma Casa No Campus...

O Texto a seguir é fantástico, um show de conhecimento, trate-se de uma obra prima, na minha humilde opinião. Foi desenvolvida pelo brilhante Julio Cesar de Oliveira, Estudante de filosofia da UFMG, que ficou em primeiro lugar no consurso Coração de Estudante. Não o conhecia, agora, faço questão de compartilhar com vocês.
Eu Fiquei fascinada pelo texto, espero que vocês gostem.

Beijos e bom final de semana!

Verônica




Se eu tivesse uma casa no Campus

Por: Júlio César de Oliveira

Se eu tivesse uma casa no Campus,
Eu, que nunca fui um aluno exemplar,
Talvez fosse um estudante mais brilhante, ou, pelo menos mais feliz.
Estudaria menos e aprenderia mais,
Pois ergueria minha casa lá onde mora o conhecimento,
E então todo lugar onde estivesse seria um lugar de aprender,
Como quem brinca, como quem curte, como quem vive.

Se eu tivesse uma casa no Campus,
Aprenderia com a convivência, a igualdade e a diferença,
Numa sempre dinâmica e verdadeira universidade.
Aprenderia, talvez, a fazer todas as coisas que ainda só sei saber.
E saberia que saber é viver e viver é mais que conhecer,
Pois a sabedoria freqüenta a ciência, mas vive solta pela vida.

Se eu tivesse uma casa no Campus,
Daria uma festa de arromba na inauguração.
Convidaria para a farra a razão e a poesia,
A arte e a filosofia, a loucura e a lucidez.
Comeria com Platão no bandejão
E beberia na cantina com Rimbaud,
Brindaria com Voltaire nos corredores
E dançaria com Isadora pelos pátios.
Dormiria com Minerva, sonharia com a utopia e acordaria com você,
...Se eu tivesse uma casa no Campus.

Se eu tivesse uma casa no Campus,
Fundaria a Sociedade dos Poetas Imortais,
Conheceria Fernando em pessoa e Moliére em persona,
Seria amigo de Quintana, vizinho de Beethoven,
Confidente dos Inconfidentes, filho de Gandhi,
Irmão do Henfil e companheiro de Che Guevara.

Se eu tivesse uma casa no Campus, ouviria os sonhos de Jung,
Os segredos de Hermes e os mistérios de Clarice.
Plantaria meus sonhos com Nietzsche
E colheria com Marx os frutos do meu trabalho.
Iria ao cinema com Charlie Chaplin e voltaria com Glauber Rocha.
Transformaria a sala de aula em sala de estar
E a sala de estar em sala de ser.
Penduraria uma lua crescente em meu quarto minguante,
Te tomaria pela mão e saltaria do telhado para o alto do Everest,
...Se eu tivesse uma casa no Campus.

Se eu tivesse uma casa no Campus,
Pela torneira da banheira passaria um afluente do Amazonas
E desaguaria no inconsciente Freudiano,
Onde eu mergulharia para salvar Salvador Dali.
Soltaria pipa no gramado da reitoria,
Roubaria uma maçã no pomar de Isaaac Newton,
Cercaria de horizontes o corcel da liberdade
E estudaria a veterinária dos medos e a geografia dos desejos
Para chegar mais perto do selvagem coração da vida.

Se eu tivesse uma casa no Campus,
De pau a pique, tijolo ou sapé
Eu seria o senhor de meu castelo e servo de minha hóspede, a esperança.
Apresentaria o Pequeno Príncipe a Maquiavel,
Mataria aula de vez em quando para ir pro ceu com Santos Dummond
E aprenderia muito com isso, pois todas as aulas que matei
Com certeza foram pro ceu.
 
Se eu tivesse uma casa no Campus,
Onde o quadrado da hipotenusa não caísse em círculo vicioso,
Duas linhas paralelas se encontrariam no infinito,
E talvez fosse mais isósceles o nosso triangulo amoroso,
Eu, você e o sentido da vida,
...Se eu tivesse uma casa no Campus.

E mesmo que nada disso que imagino viesse realmente a acontecer,
Se eu tivesse uma casa no Campus, ainda assim, tudo seria mais legal,
Pois eu pelo menos teria uma Casa, uma casa singela, uma casa bacana,
...Uma Casa no Campus.

10 comentários:

Vanessa Monique disse...

Tô seguindo, gostei mt do blog de vcs.Parabéns!
Vou vir aqui outras vezes para ler os outros posts.
Espero a visita das 2 no meu tb.

www.vanessamonique.blogspot.com

:*

Van disse...

Vel ! Maravilhosérrimo o texto ! Adorei e queria poder ter uma casa no Campus também , a vida inteira...rsrsrsrsrsrsrs

Grandesíssimo Beijo e obrigada pelas visitas de sempre lá em casa!

Carla disse...

Vê,
que maravilha de texto !
Obrigada pelo presente !!


beijos pra vocês meninas !

Borboleta no Casulo disse...

Genteee q lindo!! Tá explicado pq ganhou o concurso!!
Bjs e um bom fds p vcs meninas

Nivea F. disse...

Meninas, desculpem, não postei os créditos. Sou meio desentendida nessa de blog, então não sei o que é certo ou errado ainda. Mas se não quiserem não posto os textos de vcs. Coloquei os créditos lá, qualquer coisa me avisem... Obrigada pela força em minha gravidez. Bjs

don vito andolina disse...

Hola, bello blog, preciosas entradas,si te gusta la palabra interminable, la poesía,te invito al mio,será un placer,es,
http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com/
gracias, buen domingo, besos múltiples..

Juliana Luzzi disse...

Que liindo esse texto.
Deixei um selinho no blog ;*

Vanessa Souza Moraes disse...

Estudar menos e aprender mais, para pensar...

http://vemcaluisa.blogspot.com

Julliany kotona disse...

Hei!!!
Linda Estrela!!!
Aquela que faz de simples dias
Dias especiais.
Que ilumina
A profunda escuridão.
Você é a razão da beleza
Do encanto e da magia.
Você é a presença da ternura
Com jeito de atrevida
Ou com rosto de Anjo.
Você é uma estrela
Aos olhos de Deus...
Linda estrela,é o que tu é ti amoooo,minha melhor amiga tu é luz amiga teu blog é maravilhosa ja se tornou uma grande amiga bjks

O Divã Dellas disse...

Ele só podia ser estudante de filosofia pra viajar tanto assim...
Um texto sem coesão que beira a perfeição. Pode ser paradoxal, mas é a realidade.

Verônica