sexta-feira, 20 de abril de 2012

Encontros


(by Cinthya)

Tanta gente cruza o nosso caminho do decorrer de nossa história. Tanta gente chega e tanta gente sai. De muita gente e gente mal lembra o nome, a gente mal lembra os momentos compartilhados. De muita gente a gente não lembra nada, nem mesmo que já estiveram conosco em alguma ocasião, que já trocamos palavras, que já dividimos um ambiente.
Outras pessoas, no entanto, chegam para fazer diferença. Seja pela afinidade que têm conosco ou que temos com elas, seja pela delicadeza do ser, seja pelas qualidades que nos agradam, seja pela educação.  O jeito de falar, o jeito de olhar, o jeito de sorrir, tudo isso é vivo na nossa mente, indiferente do tempo que passe. A voz, o jeito, os gestos, as expressões, nada se apaga. Tudo permanece igual na nossa lembrança, passe o tempo que passar.
Alguns encontros não acontecem por acaso. São agendados por Deus, escritos na agenda divina. Nada mais explicaria a sorte de, entre tantas pessoas, entre tanta correria, entre tantos atropelos, a gente ter a sorte de encontrar essas pessoas. Essas certas pessoas que adentram a nossa vida chegam pra ficar, indiferente de permanecerem ou não ao nosso lado. Se transformam em anjos e passam a ser necessárias para a completa harmonia do nosso dia.
E basta um olhar, basta um sorriso pra que a gente sinta a sintonia de almas. E depois disso, a companhia passa a ser muito agradável, não falta assunto, não falta carinho, não falta atenção. Parece que a gente se conhece a uma vida toda. Parece que nunca estivemos longe. Aliás, como podemos viver tanto tempo sem conhecer essas pessoas?
Enfim, esses encontros encantam, enche nossa vida de cor, de sentido, de sentimento. Esses encontros são provas de que existe sim uma força maior a unir as pessoas que se afinam, que se entendem, que se adoram.

Um comentário:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Adorei a reflexão e é a mais purinha verdade. Incrível como tem pessoas que passam por nossas vidas e marcam pra sempre.
Beijos, amada.
Selma.