quinta-feira, 10 de março de 2011

Fim de Relacionamento (Cartas)


(by Cinthya)

Estava eu remexendo na minha bendita "Caixa de Retalhos de Mim Mesma" e me deparei com essa carta que escrevi em meados de 2005.
Tanto sentimento nessas palavras, tanta energia descarregada... E eu me pus a pensar para quem eu escrevi.
Pensei... Pensei... Pensei...
Poxa, se eu não sei guardar nem dinheiro, imagina se vou guardar rancor!
Não lembro quem foi o destinatário, mas sei que estou bem, feliz e cheia de amor (de novo). Prova suficienta de que os problemas passam, as dores se amenizam, o foco muda. E a gente continua sendo a gente. Gente que nasceu pra ser feliz e pronto!

"É difícil te dizer a sensação que estou sentido agora... Mas uma coisa posso afirmar: Não é amor!
A imagem que eu tinha de você está sendo transformada....  A cada fato novo que descubro vou percebendo que a pureza e o encanto que eu via em você eram frutos do meu amor.
Por te amar tanto eu findava tapando os olhos para muitas coisas, muitas evidências... Coisas que agora me parecem tão claras... Tão obvias, mas eu não via...
O fim do nosso relacionamento veio para tirar esse véu dos meus olhos... E as  coisas agora me parecem tão mais claras!
É muito ruim ter que ver você despido daquela pureza e fidelidade de antes...
Tem muita coisa que queria que você soubesse. Muita coisa que queria que soubesse que eu descobri...
Mas quer saber de uma?
Fica você com a sua consciência, se é que você tem. Fica com suas escolhas...
Não quero mais saber de nada que venha me fazer mal, nada que venha atrapalhar essa felicidade sólida que agora começo a construir dentro de mim...
Sabe, alguém me disse que a vida não joga pra perder e agora eu vejo que é assim mesmo.
Hoje eu estou decidida a ser feliz. Feliz de verdade. Feliz comigo e com quem gosta realmente de mim. Feliz com quem não me faça de boba, com quem não minta pra mim.
Não sei se há 100% de verdade nos fatos que me chegam, mas sei que as coisas se encaixam... Os fatos casam...
Hoje eu entendo que você não era pra mim.
Agora eu posso respirar profundamente e dizer:  Obrigada por ter saído de minha vida!
Eu amadureci muito com a lição que você me deu. Aprendi o quanto dói descobrir que a pessoa por quem você nutria um amor tão grande, simplesmente está se desmanchando nas suas próprias mentiras.
Quero que saiba de mais uma coisa: A vida é um solo fértil onde somos obrigados a semear... Podemos plantar as sementes que quisermos, porém, se plantarmos cebola iremos colher cebola... Não caia na ilusão de achar que vai colher morango, se a semente que você escolheu plantar foi outra.
Se cuida! Você pode enganar a mim ou até a você mesmo, mas à vida você não engana, e ela vai te cobrar tudo!"

PS: Dei muita risada de mim mesma imaginando a minha fisionomia ao escrever esses tão "sutis" versos.

Oh raiva, Meu Deus!!!

(risos)

12 comentários:

'Gui" disse...

Pois é, é desse jeito né, mas muito bem ditas as palavras...

My disse...

kkkk
Aff é bom guardar essas cartas sabia?mas depois de um tempo agente entender que é verdade aquele antigo clichê dos nossos bisavós: "tudo passa minha filha, tudo passa..."
bjs meninas*

Zil Mar disse...

Oi ....

Acho que vc sabia muito bem o que estava fazendo....suas palavras escritas são de muita sabedoria....


meu bjo e o desejo de luz e paz no caminho!

Zil

Quem além de mim? disse...

Que palavras...Qta sabedoria...Realmente a vida é a única que não podemos enganar, e ser feliz é sua unica cobrança...
Adorei sua carta!
Beijos

Van disse...

Ci...que máximo ! Voc~e conseguiu escrever tudo o que eu queria ter dito hoje à uma pessoa...kkkkkkkkk...tô rindo aqui da nossa sintonia "ariana" brava , minha amiga... como pode isso ?

E eu aqui rindo enquanto podia estar chorando...Mas já chorei demais por amor nessa vida , agora não quero mais isso , não... quero aproveitar só o bom do amor e assim será... Grande Beijo.

Van disse...

P.S : Tô com saudades das duas lá nos Meus Escritos ... há dias que não aparecem por lá ... não sei porque meu link não está atualizando no Blog de vocês , mas todo dia tem post novo , é só conferir...Beijuusssss e apareçam !

Flor de Lótus disse...

Oi,Meninas!Sei que andei meio sumida,mas to de volta!Nossa cartas adoro escrevÊ-las, algumas eu mando outras não,mas não costumo guardá-las tenho medo de que usem o que eu escrevi contra mim,hahaha.Então ou queimo ou escondo de mim mesma.
Mas é bom olhar os escritos antigos e vermos o quanto amadurecemos...
Beijosss

Gisele Braga disse...

Olá Querida,
Fico muito feliz com sua
presença em meu blog!
Amei o post, até me identifiquei,
afinal que nunca passou por uma
decepção amorosa1, A vida é assim, encontramos tanta gente pelos
nossos caminhos, cabe a nós escolher
quem merece continuar ao nosso lado!

Beijos flor!
Tenha um
Fds abençoado!

Mima D. disse...

Tem razão...
Depois que lemos o que escrevemos na raiva, fica a sensação estranha de que fomos "demais" em nossa emoção.
Quantas vezes não me peguei pensando no porque de ter escrito isso ou aquilo, pra esta ou aquela pessoa!
Mais vale escrever e não entregar, para deixar a raiva arrefecer...
Bjs

Lílian Holanda disse...

Pôxa, vc chegou a entrega-la ao destinatário???
Fiquei curiosa para saber a reação dele ao ler esta carta...

O Divã Dellas disse...

Oi Lilina!
Tudo bem?
Olha, não sei ao certo para quem escrevi a carta. Mas tenho certeza que entreguei...
Mas como continuo amiga de todos os meus ex... Acho que ele leu, refletiu e entendeu. E dificilmente féz ou fará a mesma coisa com outra pessoa.
(risos)
Beijo,
Cinthya

Mirys disse...

Ci:

KKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!
Que tal escrever algo mais light, da próxima vez????

Meninas, vocês viram a ideia do "projeto 10 em 10"? É sobre ver as coisas BOAS do seu dia (porque ninguém quer tirar fotos de coisas ruins), de valorizar os pequenos agrados que a vida nos dá, de se sentir bem no final da jornada.

O meu tá aqui, ó!
http://diariodos3mosqueteiros.blogspot.com/2011/03/10-on-10-by-mirys.html

Será que vocês participam no próximo dia 10??? Se entrarem nessa, não se esqueçam de me avisar, lá no Diário, que eu divulgo!

Bjos e bençãos.
Mirys