quarta-feira, 8 de junho de 2011

O Amor Vence Mais Uma


(by Cinthya)

Não é novidade para quem lê o Divã regularmente que eu tenho uma filosofia de vida onde tento, ao máximo, valorizar as coisas simples da vida por acreditar piamente que é nelas que a gente encontra o sentido de existir.

No meu dia a dia eu me emociono com coisa que, para a maioria das pessoas, passam despercebidas. O que para muitos é uma bobagem, para mim tem um valor incrível e incalculável.

Tenho um amigo empresário que está passando por um momento delicado nos negócios, mas que está confiante que sairá dessa (e sairá mesmo), pois para isso buscou a fonte dos problemas e está trabalhando na solução dos mesmos. Pois bem, certa manhã esse amigo me chega para dizer que na noite anterior esteve com o filho e disse:

- Filho, o papai está passando por um momento difícil e está com pouco dinheiro. Papai está “apertado”. Então, o que você puder economizar já ajudará o papai. Não estrague comida, não compre nada que você não esteja precisando, não fique pedindo brinquedos caros, você já tem tantos brinquedos!

O filho (que tem 6 anos de idade) ficou pensativo e disse:

- Tá bom, papai. Eu vou ajudar o senhor.

O meu amigo disse que naquela mesma noite antes de dormir o filho chegou para ele e disse:

- Papai, toma isso aqui. É para te ajudar a pagar as contas.

E deu-lhe uma moeda de cinco centavos. E, na manhã seguinte, na hora do café ele falou novamente:

- Olha, Papai. Encontrei mais esse dinheiro ontem à noite e guardei para te dar.

E deu-lhe mais trinta centavos.

O meu amigo me contou essa história com as moedas nas mãos e lágrimas nos olhos. Como eu sou uma manteiga derretida e admiradora incondicional da pureza das crianças, chorei junto com ele.

- Essas moedas vão para um mural. E um dia, quando meu filho crescer, vou mostrar para ele que não gastei o dinheiro que ele me deu. Não gastei porque esse dinheiro que recebi foi a coisa mais cara da minha vida, o gesto de maior valor. A maior lição. Eu deixei de me torturar pelo tamanho do meu problema porque percebi que existe algo imensamente maior e que é esse algo que me move. Eu vi que, mesmo passando por esse probelma, eu sou um homem feliz, imensamente feliz.

E eu disse:

- Amigo, você está conseguindo passar para seu filho valores sólidos. Essas moedas são prova disso. Parabéns! Você pode até não estar indo legal nos negócios, mas está exercendo com maestria a missão da paternidade.

E viva a vida porque ela “é bonita, é bonita e é bonita”!

9 comentários:

Lília disse...

Só quero dizer que me emocionei aqui também!!

Essas crianças nos deixam realmente sem palavras!

Marisa Passos disse...

Não consegui segurar as lagrimas...muito bom, pai vc está de parabéns para com seu filho.

Larissa disse...

É, não há nada nesse mundo mais belo que a pureza e a inocência de uma criança.
Realmente devemso viver a nossa vida de forma simples e tentar ser feliz na simplicidade. Buscar o que há de mais lindo, mesmo que as circunstâncias tentem nos impedir. É o que estou tentando fazer!

Lília disse...

Tem um selo pra vcs no meu blog, quero só demonstrar o carinho e deixar claro que não há obviamente a obrigatoriedade da postagem... é só um mimo, porque vocês merecem! Beijo Grande

Cinthys disse...

Não pude deixar de me emocionar com o post, porque passei exatamente pela mesma situação. Meu filho agiu da mesma forma...e sei o quanto é difícil dizer um NÃO um filho, mesmo que não seja apenas para negar algo, mas sim porque não PODEMOS R$.

Li um texto que fala de mãe má, e muitas vezes me sinto assim. Porém o texto fala exatamente de uma mãe que passa os melhores valores para o filho mesmo que seja dizendo um não ou fazendo certos tipos de coisas que doam nela mesma...nesse sentido sou uma mãe má.

Mas meus filhos são felizes, apesar de certas restrições...

Me senti gratificada ao perceber que também estou conseguindo passar esses valores para os meus meninos!!!

Amélie Poulain disse...

E eu, que sou manteiga derretida em ultimo grau, chorei aqui lendo seu texto!!

Beijocas p/ ti!

ursula disse...

Lindo querida!!! A gente se apega a coisas materiais e esquece que a verdadeira felicidade está além disso. O amor dos filhos é tudo.
Beijos
ursulaferraricoach.wordpress.com

Mirys + Guigo + Nina disse...

Ci:

Chorei também!....
Muito linda essa lição de vida de um menininho de 6 anos! A falta de egoísmo, o pensar no pai, o valorizar o que é importante (o pai)... lindo demais!

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Mima D. disse...

Cinthya
São estes momentos, quando percebemos que nem tudo está perdido neste mundo.
Estes valores é que me fazem ainda manter a crença no ser humano.
Beijos